Segunda semana da Tenda Eletronica: Rob Garza, Leo Janeiro, SG Lewis em baixos BPMs

Rock in Rio / foto de Luck Veloso
A segunda semana da Tenda Eletronica do Rock in Rio começa com baixos BPMs porém intensas nuances que farão da pista algo bonito de se presenciar e sentir. Confira abaixo todas as atrações do dia 21/09 e conheça melhor seus sons:


Mumbaata, formado por Lennon Hortale e Pedro Poyart / foto de divulgação

Mumbaata
https://soundcloud.com/mumbaata

A psicodelia eletrônica do Mumbaata, Aka dos cariocas Lennon Hortale e Pedro Poyart abrirá os trabalhos. A dupla iniciará os sons a partir das 22h do dia 21 de setembro e tem nos baixos bpms mesclados às sonoridades que remetem a sons acústicos intercalados por batidas sintéticas sua maior assinatura. O toque de psicodelia fica por conta dos ecos sombrios de suas faixas, mas que em nada remetem à tristeza, muito pelo contrário! A dupla recebeu recentemente o prêmio do Rio Music Conference Awards de 2017, na categoria Revelação, o que por si só, chancela que a noite abrirá muito bem!


Ney Faustini / foto de Gabriel Quintão

Ney Faustini
https://soundcloud.com/ney-faustini


Seguindo, virá o eclético paulistano Ney Faustini, que é conhecido por apresentar muitas influências em suas composições musicais. Em seus sets, podemos ouvir várias nuances como Dub, Disco, pitadas de Afro, algo meio jazzístico e até mesmo o swing do samba. Tudo isso, costurado é claro, por uma cama eletrônica que serve de perfeita junção dos temperos que Ney utiliza em sua produtiva ´cozinha elétrica´. O resultado é fabuloso. Faustini tem um grande respeito em sua terra natal e ganhou o Brasil, através do reconhecimento por seus sets no D-Edge, Club Vibe, Boiler Room e uma vasta lista que não caberia aqui. Geralmente os sets com bpms mais lentos costumam ser chamados de ´warm ups´, porém a apresentação de Ney Faustini com certeza será celebrada como topo de festa. Veremos.


Leo Janeiro / foto de divulgação

Leo Janeiro
https://soundcloud.com/leojaneiro

A terceira atração do começo da segunda semana (eita) da pista eletronica do Rock in Rio será o carioca Leo Janeiro. Aliás, falar em música eletrônica no Rio sem citar o nome de Leo é como sentar para beber algo em Roma e não dar um role ali pelo Coliseu ou uma passada no Vaticano. Não é exagero. Janeiro atua desde o começo dos anos 1990, passeando com maestria tanto pelas pick ups quanto nos bastidores, onde representa importante papel de fomentador da cena eletrônica carioca, acumulando ainda a função de exportador das preciosidades surgidas em sua festa Bootleg para o restante do país e o mundo.

Seus sets são recheados de grooves e sons de fácil absorção auditiva, tanto na pista quanto em outros ambientes, como podemos comprovar através da RG.FM, empresa da qual é sócio fundador e que cria ambientações e identidades sonoras para diversos segmentos, mercados e eventos. Se já não bastasse tudo isso, Leo Janeiro cuida ainda da Warung Recordings e é um dos responsáveis pela curadoria do Rio Music Conference, ou seja, aposte em um set vibrante, rico e cheio de vida!


SG Lewis / foto de Mike Sheerin

SG Lewis
https://soundcloud.com/sglewis

A quarta atração da noite é o inglês de Liverpool, SG Lewis (Sam Lewis), que apresenta um som muito gostoso, com forte influência da black music, mesclando suas produções às atividades de cantor e DJ e mescla como poucos as influências complementares do blues, jazz e do hip hop, realizando uma verdadeira colcha de retalhos que muitas vezes remete a um novo tipo de R&B, porém bem mais classudo que os dos seus colegas do pop atual.
Lewis surpreende pela juventude, pois do alto de seus apenas 22 anos, demonstra amplo conhecimento, tanto técnico quanto histórico, sabendo aproveitar com beleza ímpar todas as sonoridades que vêm à sua criativa mente. O set do cara promete uma mistura de lows bpms com batidas quebradas e muito dub costurando a cama dos sons sob seu vocal cheio de dramaticidade e poesia. Ele promete ainda mostrar um convidado durante a noite. Ouça o som do cara, vale a pena!


George Evelyn é o NOW / foto de divulgação
Nightmares on Wax
https://soundcloud.com/nightmares-on-wax

O N.O.W. vem logo em seguida, contando sua longa e bonita história musical através de um set que promete passear por sua carreira. George Evelyn iniciou com seus sons na Inglaterra, sua terra natal, fazendo diversos experimentos com elementos do hip hop, dub, funk, soul e muita sensibilidade para chegar ao topo das paradas já em 1991, com o disco que o mostraria ao resto do mundo, "A World of Science: The First and Final Chapter". Sem dúvida, um set para mentes viajantes, que topam caminhos que nem sempre serão os convencionais. Experimente!


Rob Garza, do Thievery Corporation / foto de divulgação

Rob Garza
https://soundcloud.com/robgarzamusic

Fechando a pista eletronica da primeira noite da segunda semana do festival, vem o mestre Rob Garza, fundador da dupla norte americana Thievery Corporation. O cara tem poder, acredite, pois já contou com o privilégio de abrir shows de Sir Paul McCartney, ou seja, um dos Fab Four, o que é para pouquíssimos mortais, ainda mais do segmento eletrônico!

Garza sempre teve merecido reconhecimento por ser um destemido (Ouça Palace of Mirrors e entenderá). Outra prova disso é seu recente remix para o clássico "The Killing Moon", do Echo And The Bunnymen, em uma versão que dificilmente agradará aos ´rockers puristas´ mas que com certeza, fará a cabeça de muita gente de mente aberta durante sua noite no Rock in Rio. Estaremos lá, portanto, cuidado pois poderemos te flagrar em fotos chorando na pista!

Segunda semana da Tenda Eletronica: Rob Garza, Leo Janeiro, SG Lewis em baixos BPMs Segunda semana da Tenda Eletronica: Rob Garza, Leo Janeiro, SG Lewis em baixos BPMs Reviewed by Luck Veloso on 16:20 Rating: 5
Postar um comentário

Join Us