Miami Bass - o ritmo que ditava os bailes nos anos 80

Miami Bass

Quem estava entre a adolescência e a vida adulta durante os anos 80 no Brasil vai lembrar da efervescência que era causada pelos chamados ´bailes de periferia´. Inúmeras equipes de som, ou seja, verdadeiras empresas voltadas ao entretenimento durante o final de semana, surgiam em cada esquina e reuniam milhares de pessoas em torno de batidas pesadas, regadas a muitos samplers, baixos e vocais bem ensaiados.

O Miami Bass aterrissou no país como um raio, uma bomba semanal, uma verdadeira religião, que levava milhares de fãs a lotarem lugares que eram tidos como verdadeiros santuários do estilo como Cassino Bangu, Olaria Atlético Clube, Bohêmios de Irajá e muitos outros espalhados pelo Rio de Janeiro. Isso falando apenas em termos de terras cariocas.

O ritmo é oriundo do electro e teve na bateria eletrônica Roland TR-808 sua força motriz para se espalhar pelo mundo, tornando-se muito popular nas ruas de Miami e em seguida em vários lugares dos EUA e da América Latina.

A proximidade com a América Latina fez com que muitos artistas latinos também embarcassem na onda, passando a cantar em inglês e tendo como base de fundo o sincopado ritmo, chamado de Freestyle. Para quem nasceu após os anos 90, não há como imaginar a força que o movimento alcançou pelo Brasil e até hoje, reúne eventualmente, pessoas em torno de festas temáticas.

Preparamos uma playlist no Spotify para que você possa relembrar os 30 maiores hits dessa época ou ainda, conhecer o que rolou nos chamados bailes de ouro, onde todos queriam estar bem vestidos, saber os passos específicos de cada música e também é claro, esperar pela ´hora da lenta´, quando o DJ tocava clássicos em ritmo mais suave, para que a rapeize (gíria da época) pudesse enfim, tentar achar sua metade da laranja. Pelo menos naquela noite. Curta!

Ouça abaixo ou procure Freestyle Mix no Spotify!

Veja a playlist Freestyle:

Miami Bass - o ritmo que ditava os bailes nos anos 80 Miami Bass - o ritmo que ditava os bailes nos anos 80 Reviewed by Luck Veloso on 11:34 Rating: 5
Postar um comentário

Join Us