Clubbed to Death com Elodie Bouchez completa 20 anos


Há exatos 20 anos, em 1996, era lançado o que considero uma das maiores obras primas do cinema mundial. Saliento que não respeito ´academias´ e assim sendo, considero a obra de Clubbed to Death, de Yolande Zauberman e Noémie Lvovsky como uma das mais visionárias e atraentes películas daquela época. Possui todos os bons elementos que nos prendem em um sábado à noite em casa. Sim, foi o que me aconteceu naquela época. O ano era 1997 e quando me preparava para um embalo de sábado a noite, deu-se o início do filme na tv fechada, aquele letreiro confuso, enigmático, desfocado e simplório escrito ´Clubbed to Death´.



Por aqui o longa recebeu o nome de ´Clubber, Uma noite em Paris´ e mostrava um trio inigualável a atuar juntos. Roschdy Zem, interpretando o boxeador amador e falido chamado Emir, a magnífica Beatrice Dalle como sua mulher e a aparição estonteante daquela que viria a se tornar o fio condutor da trama explosiva e do triângulo amoroso: Lolla, interpretada por Elodie Bouchez.

Foi amor à primeira vista! Assim que o filme começou e vi Bouchez aparecendo perdida em um ponto final de ônibus em Paris fiquei completamente atônito e não pude mais levantar do sofá. Fui recompensado e até hoje esse filme me trás belas recordações, tanto de cenas quanto em termos sonoros. A trilha é simplesmente de matar (com trocadilho) e pra quem aprecia o mix entre eletrônico e o fusion, é algo imperdível! Se conhece, reveja e se nunca viu, pare tudo e assista, depois venha me contar!

Clubbed to Death
1996
Com Elodie Bouchez, Roschdy Zem, Beatrice Dalle
De Yolande Zauberman e Noémie Lvovsky
Duração de 90 min.

Você também pode gostar:

0 comentários

Mais vistos