Museu do Amanhã - um olhar além das críticas

Museo do Amanhã / fotos de Luck Veloso
Mesmo correndo o risco de parecer o Rubinho Barrichello, falando sobre um tema que todos já citaram antes, preferi esperar todo o burburinho em torno do lançamento do novo museu do centro do Rio. Agora que a coisa acalmou, deu pra ir com fila bem pequena e ter uma visão muito mais privilegiada do que em dia de estreia, com espaços que presenteiam a visão e facilitam a captação de belas imagens.
 
Museu do Amanhã / fotos de Luck Veloso
O Museu do Amanhã merece todos os elogios que vem recebendo. Embora grande parte da população reclame um bocado sobre o dinheiro investido na obra faraônica, quase 300 milhões de reais, o impacto visual e cultural que causou na área, além da revitalização da Praça Mauá, antes um espaço morto, com frequência duvidosa e sempre mal visto por todos, vem sendo imenso e ainda não há como calcularmos os benefícios a longo prazo.
 
Museu do Amanhã / fotos de Luck Veloso
Inaugurado em 17 de dezembro de 2015, o espaço idealizado pelo espanhol Santiago Calatrava foi inspirado nas bromélias do Jardim Botânico e tem como principal atrativo, além do belíssimo visual que proporciona de suas sacadas,  um cinema 360 graus, que mostra a origem e o futuro do universo em uma visão de tirar o fôlego.
 
Museu do Amanhã / fotos de Luck Veloso
O novo museu faz parte do projeto Porto Maravilha, que como o nome sugere, propõe revitalizar toda a área portuária, ao custo de 8 bilhões de reais ao longo de 15 anos. Para o pessimista realmente pode parecer quase um desperdício, porém se olharmos a longo prazo e atuarmos ainda de forma consciente em nossos votos nas próximas eleições, toda aquela área pode sim ajudar a cidade a trazer muito mais recursos. Em termos musicais, já notamos mudanças. O Rio Music Conference, encontro anual em torno da música eletrônica que ocorre sempre perto do carnaval, já se mudou para a área, com certeza uma mudança super estratégica. Quem também já tem ponto marcado ali é a galera do Circo Voador, que vem fazendo eventos em parceria com o MAR, Museu de Arte do Rio.
 
Museu do Amanhã / fotos de Luck Veloso
Toda cidade que se preza tem em suas portas de entrada algo de muito atrativo. Claro que a qualidade deve estar no conjunto, porém se lembrarmos bem, quem é carioca de verdade, seja de nascença ou de coração, sabe que era vergonhoso descer de um navio ali na Praça Mauá e dar de cara com um visual completamente degradado e pessimamente mal frequentado. Dava medo descer ali.  O mesmo ainda acontece, infelizmente, com a Rodoviária Novo Rio, mas que com certeza também será beneficiada com as obras.
 
Museu do Amanhã / fotos de Luck Veloso
Cada secretaria tem a sua verba e dá raiva quando ouvimos “por que investir tanto em um museu quando a saúde está desse jeito?”. O investimento no Museu do Amanhã foi realizado em sua grande parte, pelo setor privado, em parceria com a Prefeitura do Rio de Janeiro e a Fundação Roberto Marinho.
 
Museu do Amanhã / fotos de Luck Veloso

Mesmo que tivesse utilizado apenas dinheiro público, a bem da verdade é que, bem administrado, o retorno que todo o aporte pode proporcionar à cidade é bem maior do que o que podemos imaginar, ampliando muitas questões como aumento do turismo e o retorno de novos investimentos por parte de outros países. Além de reclamar, precisamos é fiscalizar e votar correto.

Clique aqui e veja mais fotos na página Rio em Imagens

Você também pode gostar:

0 comentários

Mais vistos

Arquivo