Plastic Ono Band: Um disco para constar em nossas vidas


Plastic Ono Band
Um dos maiores pecados que já cometi na vida foi ter demorado muito a observar e a absorver os sons dos Beatles. Sim, demorei para enxergar ali naqueles quatro fabulosos caras, toda a genialidade travestida de simplicidade altamente sofisticada, se posso assim dizer.

Em meio ao zapping no domingo à noite, dei de cara com o especial da série ´Classic Álbuns´, em torno do disco "Plastic Ono Band", de 1969, um disco para constar em nossas vidas. O especial retrata todas as passagens do disco, analisando letras e com depoimentos exclusivos do baterista Ringo Starr e do baixista Klaus Woorman.

A relação conturbada com a mãe, que culminou na belíssima canção "Mother" fez com que John Lennon mostrasse todas as feridas, em forma de canções mágicas. "Hold On", "Working Class Hero", "Isolation" podem (e devem) ser deliciadas como confissões em partes feitas por John, que contou com o apoio incondicional de Yoko Ono. O disco é forte e precisa ser ouvido várias vezes, para ser entendido, quase como um contexto único, o amor.


O disco mostrou o hino "Love" ao mundo e tem ainda a irônica "God", onde Lennon desfila toda a sua ironia sobre vários tipos de religião, procurando mostrar que o centro do mundo é um só, o próprio ser. A profundidade do amor que sentir àquela época, misturada à vontade de incursionar por novos caminhos que não mais somente os que os Beatles percorriam tornaram o disco uma obra prima, que deve ser degustada sempre.
Plastic Ono Band: Um disco para constar em nossas vidas Plastic Ono Band: Um disco para constar em nossas vidas Reviewed by Luck Veloso on 19:12 Rating: 5
Postar um comentário

Join Us