Superstar: Final terá rock, música popular e miscigenação

Versalle - foto: Rede Globo / Divulgação

Muita gente criticou quando ficou óbvio o playback utilizado no programa Superstar, porém o motivo é plausível: tempo e agilidade. Embora com a tecnologia de hoje seja possível um palco reversível com dois lados, tudo bem, levemos para o lado de poder ver caras novas. 


Após várias eliminatórias, com muita gente boa (e ruim) saindo do programa, a final promete ser algo bem interessante e temos aí demonstrada a força do novo rock, com a permanência das bandas Scalene (DF) e Versalle (RO) para a final do programa, ao lado dos meninos soteropolitanos Lucas e Orelha, que apostam nas melodias mais populares e pops, de rimas fáceis e os inusitados Dois Africanos, que têm carisma logo na primeira pisada no paldo e demonstram além de grande competência, uma força autoral em potencial para a construção de hits.

Embora aposte no Scalene para levar o prêmio, arrisco dizer que há grande chance de Lucas e Orelha levarem o primeiro lugar. Digo pelo número bem maior de consumidores de música popular ao rock refinado dos meninos de Brasília. Nisso não ponho pré-conceito, apenas uma constatação do histórico brasileiro, na preferência a ritmos que dominam a massa. Seja quem for o ganhador, torço para que novos formatos de programa apareçam, pois é sempre bom darmos uma mexida no cenário musical do país. O importante é que a  final terá rock, música popular e miscigenação para apimentar tudo. 
Superstar: Final terá rock, música popular e miscigenação Superstar: Final terá rock, música popular e miscigenação Reviewed by Luck Veloso on 10:11 Rating: 5
Postar um comentário

Join Us