Apos a choradeira, Venice again... uhul!


Apos o ultimo post sobre a choradeira musical, nada melhor que falar de coisas positivas certo? Ok, ca estou novamente em Veneza e esta vinda foi muito proveitosa. Felizmente a internet em Veneza nao êh muito boa, o que me deixa mais livre (quem diria, eu preso a internet), mas e verdade. Sai com um grupo de amigos muito divertidos, que na verdade, falam de trabalho o tempo inteiro, mas como tudo é sobre som, para mim nao chega a ser cansativo. Fomos andando sem rumo pelas vielas da cidade inundada e tivemos a sorte de um dos novos técnicos ser italiano, o que facilita tudo por aqui, ter alguém local para perguntar as coisas. Alias, tenho tentado falar alguma coisa de italiano mas para mim ainda é um tanto difícil. Tentarei mais "doppo".

Apos algumas cervejas no cafe Vitoria, enquanto aguardávamos a chegada de mais um técnico de som, rumamos para outro lado de Veneza, em um restaurante muito simpático e agradável, com espaço ao ar livre e musica ambiente tipicamente italiana. Agora éramos um grupo de seis caras, três da Romania, um da Venezuela, outro da Italia e eu do Brasil. Com ânimos diferentes porem com a mesma curiosidade, a de provar a culinária italiana. Confesso que nao guardei o nome do primeiro prato que comi, mas era algo com folhas, nao lembro qual, salaminho e um sorvete delicioso em cima, que mistura maluca mas muito interessante. Vinho tinto para acompanhar, mesmo fazendo um calor infernal na cidade italiana. Depois pedimos pizza Quatro Estacoes e ficamos ali devorando tudo em meio ao papo.

Desta vez tirei mais fotos, sendo que do centro da cidade tambem e uma nova seqüência de imagens quando partimos em direção a Croacia. Gosto de fotografar o centro de Veneza porque cada lugar tem um angulo magico, diferente e igualmente histórico, entao escolher algo interessante fica muito fácil. Como adoro uma foto, nao resisto e também peco sempre aos caras para sacarem minhas, quando passo pelas pontes e lugares desertos de Veneza. Encontrei um parque enorme no centro da cidade, muito grande mesmo, imaginei como aquilo deve ser deserto e estranho durante a noite, pois Veneza é muito escura… e tome de sacar fotos, enquanto caminhávamos todos pelas ruas e becos, encontrando artistas, pintores e músicos que tocam por algum trocado na rua. Veneza é isso, arte, muita musica, poesia e uma atmosfera muito romântica, que deixa a todos com cara de bobo, inclusive eu.

Você também pode gostar:

0 comentários

Mais vistos