Athenas e o casaco de pele

Quando você esta longe de casa, da sua família, de seus amigos, longe de tudo e de todos a quem demonstra respeito, carinho e amor, tudo parece muito diferente. Procurei estar aqui por estas bandas e esta opcao me trouxe direto, sem escalas. A partir de entao, tudo se tornou muito distante, embora esteja longe somente por dois meses, tenho conhecido tanta gente e culturas diferentes que tudo isso vem me proporcionando um certo conforto por toda a distancia que o trabalho causa. Sempre fui de explorar os lugares, conhecer as pessoas e entrar de cabeça no mundo desconhecido. Esta ultima semana foi um verdadeiro presente para mim, alias, como tem sido muitas outras, como já citei aqui antes, me acho uma pessoa muito afortunada. Nao ainda monetariamente, mas falo de acontecimentos. Nao sei se mereço tanto mas o mundo me traz pessoas e coisas boas, por isso, somente tenho a agradecer por tudo o que me tem acontecido. Tenho feito amigos que demonstram muito ser boa gente e isso nao se consegue da noite para o dia, porem da para perceber a verdade nos atos. Nesta ultima semana me senti especialmente feliz por estar a bordo de um navio como o Grand Celebration. Com todo o tempo a bordo, ao longe parece que estamos sempre felizes, mas como falei ha pouco, a saudade aperta em certos momentos e você se sente sozinho, mesmo que já tenha feito boas amizades. Por três dias estive nos backstages observando tudo de perto, as roupas, as emoções vividas ali, a transpiração dos ensaios e a emoção do ato, o show, acontecendo ao vivo e a cores.

Me deitei um pouco para observar, era uma visão fantástica, cores e cheiros, barulhos e musica, uma mistura louca que vicia quem trabalha com produção como eu. Queria ficar no chão e escolhi aleatoriamente um casaco de pele de tigre (falso, creio) e ele foi minha cama temporária no chão frio do backstage, que neste momento, esteve aquecido por pensamentos e cores. Foi fantástico estar ali, poder observar tudo de perto, poder lembrar que estava vivo e realizando um grande sonho, poder crer que ainda ha um mundo bom, embora estejamos em alguns momentos tao loucos, poder acreditar que ainda ha pessoas doces e amáveis, que sorriem para tudo e nao 'de' tudo. Pessoas assim tornam o mundo melhor e felizmente, sempre me presenteiam com elas, seja quem for, nao sei se falo de Deus, do universo, da energia que tem no mundo, realmente nao sei, mas confesso que sempre atraio gente assim e isso me deixa mais feliz, mais leve para trabalhar, mais concentrado e recompensado por estar fazendo tudo o que amo e admiro. Sei que pode parecer loucura da minha cabeça e realmente é, mas gosto disso, de acontecimentos, principalmente de coisas que me deixam feliz. Pode ser porque nesta ultima semana o navio estava cheio de gente mais jovem, lotado de adolescentes que me pediam musicas que eu realmente gosto muito de tocar, nao sei, dei uma rejuvenescida neste ultimo cruzeiro. Gosto de observar, de ficar ali olhando o jeito de dançar, o sorriso, o copo quase derramando, os abraços, as gargalhadas e o cheiro do cigarro, embora eu nao fume. Mas nem isso me incomodou, realmente foi uma semana magica e diferente. Estava precisando!

Agora estou contando os dias para chegar a Veneza, no próximo dia 12 de julho. Quero muito comprar minha Nikon para registrar melhor tudo o que tenho vivido e presenciado. Quero fazer também umas imagens dos backstages, que já gostava e agora passei a admirar mais ainda, tudo o que acontece por ali e nunca ninguém presencia. O show tem que ser agora, já e urgente, mas para ele acontecer, ha muito preparo, muito suor, muitas trocas, de roupa, de maquiagem, de gente. Uns se vao, outros ficam e o caminho é feito assim. A vida é uma trama imensa, que nunca sabemos onde começa e onde termina. Se é que termina, pois tudo me parece acontecer em ciclos. Depois do momento nos backstages, sai pelas ruas de Athenas, observando tudo, as pessoas, a cidade, a respiração, o cheiro e o olhar. Observei uma menina muito bonita, que parecia estar muito aborrecida com o gerente de seu banco, pelo que entendi. Falava muito ao telefone e parecia muito brava, mas eu nao estava envolto na sua raiva. A mim coube apenas observar e admirar. Fiquei ali, naquela praca, sentindo o vento fresco no rosto soprado vindo do mar através das ruas de Athenas e olhando aquela cena, que congelei na minha mente como um filme. Athenas nunca mais sera a mesma para mim depois disso.

Musicas que ouvi enquanto escrevia este post:

Marian - The Sisters of Mercy
Do Limite ao Longe - Zemaria
Alegria - Zemaria
Rain - The Cult
Mother - John Lennon
Stand By Me - Oasis
Champagne Supernova - Oasis
Butterfly on a Wheel - The Mission
Athenas e o casaco de pele Athenas e o casaco de pele Reviewed by Luck Veloso on 09:28 Rating: 5
Postar um comentário

Join Us