Grecia finalmente


Veneza (escrevendo sobre a Grecia), 19 de maio de 2010.

Chegamos à Grecia e pra falar a verdade, não vai dar pra descer e conhecer a cidade de Athenas hoje. Ontem à noite pude sentir a grande diferença cultural que marca as cidades do mundo. Como fui chamado em cima da hora, trouxe poucos sons que realmente abalam a pista por aqui, ainda mais com o publico sendo basicamente espanhol. É realmente incrível como algumas musicas que enterrariam qualquer pista de dança em cidades como Rio de Janeiro e São Paulo, simplesmente levantam tudo para os espanhóis. Nomes como Canelita , Nena Daconte, Carlos Baute, Nejo y Dalmata e mais uma infinidade de nomes que eu jamais tinha ouvido falar fazem a cabeça das pessoas. O público espanhol é bastante patriota e diferentemente do que acontece no Brasil, pedem a todo instante para mantermos o clima da espanha. Como já falei que todos os santos me ajudam, embora eu nem mereça, quando eu já estava sem fôlego no HD e nos CDs, o brother francês Florent Giacomotto veio me socorrer (tinha um cara na pista bem aborrecido porque eu nunca tocava a música que ele pedia).

Descobri de quem era a pasta cheia de CDs que havia encontrado na cabine. Pertencia ao Alex, um outro cara gente fina que também se juntou a nós para a união musical. O bom é que tenho mais seis meses pela frente e muito mercado para pegar música, somente agora peguei mais de 900 sons diferentes, o que me permitira alcançar mais gente à noite. Há muitos franceses também a bordo que curtem a música espanhola mas pedem também sons mais modernos, tolerando melhor os hits americanos, mas isso é uma minoria, apenas os grandes nomes realmente podem ser veiculados como Beyounce, Guru Josh, David Guetta e artistas deste naipe, mas é bom conhecer outros mundos musicais... ja venho!

Você também pode gostar:

2 comentários

Mais vistos